Acompanhe a Insigth nas Redes Sociais:  
 
     
 
  Dicas e Informações
   
Ouša um bom conselho
Se eles fossem bons, seriam vendidos e não dados. O dito popular sobre os conselhos nem sempre se aplica no mundo corporativo - ou não, vai depender da natureza do contrato, brincam alguns. Ter quem nos ajude no início da carreira, orientando, corrigindo rotas ou simplesmente incentivando o passo seguinte na caminhada profissional é muito importante. Nesta edição, perguntamos a alguns executivos qual foi o melhor conselho que receberam em suas carreiras. Pelo que foi dito, são respostas de muito valor.
 
 
Intensidade e paixão
Fernando Simões, presidente da JSL, disse-me, em 1999, algo decisivo para minha carreira: "Faça tudo com intensidade e paixão. Não perca o foco em nenhum momento. Dê o seu melhor, dê tudo o que tem e lute para conquistar o que deseja com bravura. Mas caso não atinja o objetivo, veja se tem algo a aprender, e aprenda. Após isso, não perca um momento sequer reclamando ou tentando viver o passado. Olhe para a frente e busque outro desafio". Parece simples, mas é complexo e verdadeiro. Depois de um tempo, quando incorporei esse ensinamento ao meu dia a dia, ele passou também a ser a forma como vejo a vida. Quando você se envolve, busca os melhores recursos e faz um trabalho próximo à perfeição, sua chance de vencer é enorme. Mas caso isso não aconteça, talvez não seja a hora ou o melhor naquele momento e, nesses casos, reclamar fica sem sentido, não leva a lugar algum. O caminho, então, é reunir o aprendizado e seguir em frente, mais bem preparada e, quem sabe, o ganho seja ainda melhor no futuro.
Irecê Rodrigues, diretora de assuntos corporativos da operadora logística JSL
 
Saber o que abandonar
Nossa carreira é uma extensão de nossa vida. Para a longevidade profissional, é preciso estarmos alinhados com o que somos, pensamos e queremos. Por mais modernas e tecnológicas que sejam as empresas, o ser humano é fundamental para o sucesso de qualquer empreendimento. Pessoas certas, na hora certa e no local certo! Todos nós somos frutos do meio em que vivemos e ao mesmo tempo o influenciamos; assim, é comum que em nossas vidas surjam pessoas e histórias que muito nos auxiliam. Nossos mestres são essenciais em nossa formação. Nesses 18 anos de carreira, dos quais atuei praticamente na área de TI,  algumas experiências foram importantes. 
 
Quando fui contratado, eu não possuía know-how na área de TI nem tampouco em vendas, entretanto, fui designado para uma função que exigia as duas habilidades. A diretora que me convidou vislumbrou meu potencial. No início, como tudo era novidade e extremamente desafiador, a impressão é que eu nunca conseguiria evoluir de acordo com as expectativas. Após quatro meses sem observar os resultados que eu esperava, pedi demissão. A diretora negou e, novamente, me apoiou, fazendo uma avaliação de aspectos positivos e negativos no meu trabalho. Como novato, planejei minha rota de estudos e experiências que deveria adquirir para me tornar apto. Eu as cumpri. Desde então, faço cursos que complementam meu trabalho.
Luciano Silveira, diretor da Unidade Goiânia da Sankhya Gestão de Negócios
 
A razão das coisas
Aos 14 anos, trabalhei em um estúdio de arte de uma revista em Rondônia e meu chefe era um artista colombiano. Na época, não existiam computadores, então, tudo era feito à mão, com réguas, esquadros e nanquim. Normalmente, os trabalhos demoravam a sair, principalmente porque meu chefe acreditava que tudo tinha de ter um sentido profundo. Ele me dava um livro de 300 páginas que explicava a personalidade das cores, outro de formas, fontes e assim por diante. E antes que eu pudesse colocar qualquer coisa no papel, eu tinha de explicar a ele qual a razão, inclusive psicológica, de cada uma das coisas que eu queria usar e o que eu queria transmitir ao outro. Depois disso, nunca mais consegui fazer algo sem pensar profundamente no assunto. Meus trabalhos ganharam consistência e, com isso, ganhei respeito profissional. Hoje, ensino as pessoas a pensarem antes de fazer nos cursos de design de apresentação.
Joyce Baena, sócia-diretora da La Gracia.
 
Ouvir as pessoas
Meu grande conselheiro sempre foi meu pai, que, com toda sua simplicidade, me ensinou a ouvir sempre as pessoas que me cercam e a colocar o coração em tudo o que faço. Sempre, em minha vida, várias pessoas me ajudaram muito e me apoiaram. Hoje, depois de 40 anos de carreira, o meu grande papel é valorizar a equipe, treinar pessoas para que estejam preparadas para os grandes desafios. Aprendi a ter paixão em fazer com que as pessoas se desenvolvam.
Somos testados diariamente, portanto é fundamental buscar sempre a atualização e a capacitação para contribuir efetivamente para o aperfeiçoamento do trabalho. Aprendi ainda a importância do equilíbrio entre o lado físico, psíquico e social.
Paulo Basseti, diretor executivo da Unidade de Negócios Florestais da Suzano Papel e Celulose
 
 
Fazer o certo
O maior aprendizado que tive e que tem me ajudado em toda a minha carreira foi fazer sempre o certo. Isso significa nunca acomodar processos, fazer o correto para a empresa, para as pessoas. Obviamente é algo mais demorado, porém, é o que possibilita ter mais tranquilidade no dia a dia. A maioria das pessoas costuma focar no efeito e não na causa. Por exemplo, quando se constata que uma empresa está tendo um turnover muito grande, em lugar de achar que contratar mais pessoas para fazer a seleção irá resolver o problema, é necessário ter uma visão de ir atrás das causas estruturais. Às vezes é um problema de gestão. É preciso mexer na estrutura salarial, nas políticas de RH da empresa etc. Fazer o certo é o caminho mais difícil. É muito mais fácil "colocar o balde embaixo da goteira" do que subir no telhado para fazer os reparos necessários. Mas a segunda opção é sempre a melhor alternativa. Esses conselhos e ensinamentos eu aprendi com meu pai, Eduardo José Machado Quadrado, que fundou a Holomática, em 1993, já com essa perspectiva.
Eduardo Basile Quadrado é diretor da Holomática.
 
 
Eduardo Basile Quadrado é diretor da Holomática.
 
 

 

 
   
     
Novidades
Destaque
Vitrine Insight
 
  04/05
A Carreira em Recursos Humanos
 
  14/08/2017
Resultado NOVA ERA SILICON
 
 
Vitrine Insight
 
 
+55 31 3831-1873 | Rua água santa, 354- Centro - Itabira/MG
Desenvolvido por: